Como transformar R$451,60 em R$29.026,87 como afiliado

Quero começar esse artigo dizendo que o maior prazer que uma pessoa pode ter é ouvir alguém dizendo que graças a você ela tem um negócio que se paga sozinho.

E o meu objetivo nesse artigo é que você também consiga criar um negócio que funcione no piloto automático e comece a ganhar dinheiro como afiliado.

Mas para que isso seja possível você vai precisar de muita disciplina e dedicação, claro, se você realmente quiser alcançar os resultados.

Mas enfim.

Vamos ao que interessa

Antes de mais nada, quero dizer que o valor que eu vou mostrar abaixo não é para me vangloriar ou para mostrar que sou melhor do que ninguém. A verdade é que qualquer pessoa pode faturar isso desde que persista utilizando a técnica correta. A ideia aqui é mostrar como eu consegui esse valor a partir da criação de um blog do zero no final do ano passado.

Na época, o blog em questão estava rendendo de 400 a 800 reais por mês com cerca de 300 visitas por dia. Como eu atualizei por cerca de 4 meses e depois parei, as visitas caíram para no máximo 100 por dia, porém os rendimentos continuaram iguais. Até hoje, apenas desse blog, está vindo cerca de 400 reais por mês.

Abaixo você pode conferir uma imagem com os rendimentos do período de 29/11/2012 (data do primeiro artigo) à 19/12/2013. Note que como eu tenho um produto no Hotmart, tive que selecionar a opção “Vendas que indiquei como afiliado”. Dessa forma, os ganhos representam apenas os produtos que eu vendo para os produtores, não as vendas que as outras pessoas fizeram para mim.

Ganhar dinheiro no hotmart como afiliado

Embora o valor não seja tão absurdo, considerando que foi em um período de 12 meses, não se trata de nenhuma teoria. Esse rendimento é o resultado da prática. Felizmente nesse período tive muitos problemas e isso me ajudou a crescer em experiência. Por isso, antes de você seguir quero dizer que você também terá altos e baixos, mas isso definirá se você ganhará ou não dinheiro na internet. Persista sempre e o resultado virá.

Você não precisa ser referência, mas é melhor se for

Eu sempre bato nessa tecla e muita gente me critica por isso, mas considero que você não precisa ser referência em um assunto para ganhar dinheiro na internet. O que você precisa é entregar ao seu leitor a resposta que ele procura.

Não importa se você é expert em um assunto ou não, o que interessa é que você entregue algo de qualidade e que seja confiável. Por que você acha que a Wikipedia faz tanto sucesso? Porque ela pede, e valoriza, fontes confiáveis. Mas isso não significa que as pessoas que escrevem lá são experts.

Pegue qualquer livro, vá até as referências bibliográficas e note que todos os autores utilizam outros livros como referência.

Por outro lado, quando você se torna referência em algum assunto, as pessoas ficam mais suscetíveis a uma sugestão sua, seja a recomendação de um produto, a captação de um contato, a promoção de um ebook ou simplesmente uma autopromoção.

Se alguém me perguntasse há um ano qual é o valor de uma autoridade em determinado assunto, eu diria nenhum. Mas, hoje, eu diria que uma autoridade em determinado nicho é responsável por mudar opiniões e vidas. É a autoridade que cria maneiras novas de fazer as coisas e, consequentemente, vende mais produtos do que as outras pessoas.

De qualquer forma, se você não pretende ser uma autoridade não se preocupe, esse artigo foi feito para qualquer pessoa que quer ganhar dinheiro na internet mesmo tendo começado com um projeto há alguns dias. Basta que não caia na besteira de desistir sem seguir todos os passos.

Disso você não vai poder fugir

Ninguém ganha dinheiro fácil na internet. Isso é um fato. Nesses 12 meses recebi vários emails de pessoas dizendo que era extremamente difícil faturar alguma coisa na internet porque tudo era muito complexo. Vou ser bem sincero, tudo na vida é muito complexo até o momento em que você tem aquele “click” e entende.

O problema é que não se pode desistir antes de ter esse “click”. Uma hora ele virá, mas como você vai saber se você já estiver de fora? Se for para criar um blog, crie. Se for para escrever um artigo, escreva. Se for para pagar, pague. Se for para correr, corra. O importante é fazer.

A única coisa que garante que você possa ser alguém de muito sucesso na vida é a sua ação frente a uma oportunidade.

Considero que esse artigo é a sua oportunidade porque estou colocando aqui exatamente os passos que eu segui para faturar os mais de 29 mil sendo um afiliado. Então, é só agarrar a oportunidade e não pensar em mais nada. Simplesmente faça acontecer.

O que você precisa saber antes de começar

Antes de começar a trabalhar com afiliados é muito importante ter em mente algumas coisas que garantirão o fluir natural das coisas. Sem isso dificilmente você conseguirá ir muito longe. É um checklist bem simples que você não precisa nem anotar, basta ler com muita atenção.

  • Escolha produtos que sejam comercializáveis. Existem coisas que definitivamente não vendem na internet e, quando vendem, não geram praticamente nenhuma comissão. No momento da escolha de um produto ou serviço para promover, considere analisar o nicho e verificar quantas pessoas de fato procuram por isso e se essas pessoas comprariam o produto pelo preço que está sendo ofertado.
  • Escolha produtos de qualidade. Passou-se o tempo em que as pessoas compravam um produto apenas pela cara dele. Com essa enxurrada de produtos digitais, todo mundo quer qualidade e, principalmente, seriedade por parte do produtor e de quem está promovendo. Pense nisso.
  • Escolha produtos não envolvidos com spammers. O pior erro dos afiliados é fazer spam. Responder emails com ofertas, enviar mensagens privadas no Facebook ou criar artigos cheios de links para os produtos definitivamente não converte. Existem vários fatores que explicam isso, mas não vou entrar no assunto. Apenas lembre que produtos que já estão envolvidos com spammers provavelmente já estão sujos aos olhos dos compradores.
  • Prefira produtos com comissões altas. Uma das coisas que notei é que vender um produto de 200 reais é tão fácil quanto vender um produto de 20 reais. O que importa não é o valor, mas o marketing que você e o produtor fazem para vender o produto. Então, prefira sempre produtos que pagam as maiores comissões, mesmo que o preço deles sejam mais altos. Pense comigo, uma comissão de 100 reais representa a venda de 10 produtos com comissão de 10 reais.
  • Compre o produto antes de promover. Isso não é essencial, mas considere sempre essa dica. Antes de promover um produto, compre-o. Pode ser que o autor seja excelente e você vai conseguir informações mais detalhadas sobre o produto, ou pode ser que o autor seja muito ruim e você optará por não promover o produto. De qualquer forma, sempre temos algo para aprender, por isso vale à pena fazer um investimento.

Mãos à obra

Você percebeu que esse artigo está seguindo a mesma linha do outro? Estou fazendo isso porque quero que ele seja um diferencial em seus negócios, assim como o outro foi nos negócios de muita gente.

Mas, para que isso aconteça, só peço duas coisas:

1 – siga todos os passos, mesmo que pareçam difíceis;

2 – você sentirá vontade de desistir, mas não faça isso ou você não vai conseguir experimentar o mesmo êxtase que as pessoas que ganham dinheiro na internet sentem.

1º Passo: Escolha um nicho perfeito

Este é sem sombra de dúvidas o ponto mais importante e crucial ao trabalhar com afiliados. Escolher um nicho errado pode significar perda de tempo, dinheiro e ânimo. Por outro lado, a escolha do nicho certo garante longevidade e um bom dinheiro no bolso. Nesse passo, é necessário entender que o nicho perfeito para se atuar deve:

1 – Ser procurado pelas pessoas. Para que você venda um produto como afiliado, ele deve ser visto. Para que um produto seja visto, as pessoas devem procurar por assuntos que as levem a ele. Esses assuntos devem ser estritamente relacionados, caso contrário as pessoas não se interessarão.

2 – Ter várias frentes de atuação. Ainda que um nicho tenha uma boa procura ele deve ter várias frentes de atuação. Essas frentes representam os caminhos que podemos seguir, mais conhecidos como micro nichos. Quanto mais frentes, maiores serão as chances de captar emails, interagir com os leitores e vender um produto, mesmo que seja de outra frente.

3 – Ter várias opções de produtos para promover. Se um nicho é muito procurado pelas pessoas e possui vários micro nichos ele já é bom para atuar (não levando em consideração detalhes como a concorrência, por exemplo). Mas, para ele ser perfeito para um afiliado, deve ter várias opções de produtos para promover com comissões variadas. Quanto mais opções, maiores são as chances de ter produtos de qualidade, rentáveis e que vendam de verdade.

4 – Ter produtos de vários formatos. O formato dos produtos influencia os preços e a ação das pessoas. Muita gente quer ler um livro, não assistir a vídeos. Algumas pessoas querem aplicativos, não áudios. Outras querem simplesmente alguém que possa dizer o que elas tem que fazer. Cada público tem sua preferência. Ter vários formatos significa poder testar e encontrar aquele que o público mais quer.

5 – Ter baixa concorrência é excelente para os afiliados, pois é sinal de que você encontrou um nicho pouco explorado. Ter alta concorrência é excelente para os produtores, pois indica que mais pessoas poderão visualizar seus produtos.

Abaixo eu fiz um esquema que ilustra os primeiros 4 itens.

Como ganhar dinheiro no hotmart

Note que quando trabalhamos com micro nichos semelhantes podemos oferecer produtos entre eles. Outra coisa interessante é que todos os emails captados nos micro nichos podem ser armazenados em uma lista única, pois os assuntos são extremamente comuns.

Como fazer

A primeira coisa que você deve fazer é verificar se existem produtos disponíveis no Hotmart para você vender nas variadas categorias da plataforma. Faça isso considerando que os produtos com a temperatura mais alta são muito bem aceitos no mercado e possuem uma concorrência grande, já que várias pessoas já venderam esse produto.

RECEBA CONTEÚDO EXCLUSIVO NO SEU E-MAIL

Para acertar no alvo, dê uma espiada nas categorias e veja quais possuem produtos com mais temperaturas altas, isso é um indício de que aquele nicho é comercializável.

A segunda coisa, que é extremamente importante e matadora, é utilizar o Market Samurai para validar se o nicho possui 4 características essenciais:

  • Relevância para o mercado
  • Alto tráfego
  • Baixa concorrência
  • “Comerciabilidade”

Isso garante que você acerte em cheio e, além de vender produtos como afiliado, ganhe dinheiro com Adsense e complemente muito bem a sua renda.

A terceira coisa que você deve fazer, e que também é matadora, é visitar o Clickbank em outros idiomas e observar quais produtos estão no topo das vendas para a mesma categoria que a que você viu no Hotmart. Normalmente a atualidade lá de fora é a tendência aqui do Brasil. Isso não é regra, mas é uma dica.

A quarta e última coisa é ficar atento às oportunidades. Se você visitou o Clickbank e viu um produto incrivelmente inovador que está vendendo muito lá fora, considere vender isso você mesmo aqui no Brasil. Um simples vídeo promocional pode fazer um grande estrago se feito de maneira correta. É claro que essa parte quatro é um extra, pois você terá que explicar tudo sobre o produto e recomendar um link direto.

2º Passo: Siga o plano dos 5 produtos

Não vou simplesmente repetir os passos do outro artigo, onde falo para selecionar 5 produtos e trabalhar em cima deles. Tudo o que eu fiz de lá para cá representa uma evolução daquelas dicas. Resolvi simplificar todo aquele artigo em apenas uma imagem, pois os passos seguintes serão algumas coisas novas que eu testei.

plano para ganhar dinheiro vendendo produtos no hotmart

3º Passo: Converta em 3 partes

Esse é um jeito excelente que eu achei de oferecer produtos aos leitores de forma não agressiva. Não sei se vai te agradar, mas foi extremamente ninja quando eu comecei a testar. De cada 100 pessoas que visitavam o blog, 20 faziam uma das três coisas:

  • Compravam um produto que eu recomendava.
  • Deixavam um email de contato para receber meu ebook.
  • Ficavam com o cookie de algum produto gravado e compravam depois de alguns dias através do funil de vendas do produtor.

Para quê você usa sua barra do topo?

estratégia para vender mais

Antes de eu aprender isso, enchia de categorias, links para ferramentas e botões que não convertiam nada. Assim como os banners, essa área não converte porque temos que mudar nosso pensamento.

Quais são as únicas coisas que temos que ter ali? Links realmente úteis, como uma área “Sobre” que carregue outros links ao passar o mouse por cima, um link de contato e links que levem à conversão.

Pois bem, agora que você sabe que essa área tem que ter apenas links úteis vamos ao que interessa. A conversão em três partes, que dá nome a esse tópico, é muito simples. Abaixo eu separei a explicação por partes. Em cada uma delas você vê uma imagem explicando como funciona, e no final, a imagem de como ficaria o artigo pronto.

Parte 1

parte-1 vender no hotmart

Parte 2

parte-2 como vender no hotmart

Parte 3

parte-3 ganhar dinheiro

Estrutura Final

A imagem abaixo representa exatamente a estrutura desse artigo (sem considerar o texto, que você mesmo vai criar).

estrutura-final

A ideia dessas três partes é levar o leitor de forma suave à página do produto sem que ele perceba que você está querendo “empurrar” algo. Isso garante que ele considere seu conteúdo bom, não entenda que aquilo é um anúncio, deixe seu contato para receber novidades e veja você como um exemplo de superação, que passou por tudo o que ele está passando.

O que fazer com isso?

Você utilizará a barra do topo do seu blog para incluir um link para o artigo [01] na primeira posição e um link para o artigo [02] na segunda posição (assim como está na imagem do Problogger, acima). Pelos meus testes, de cada 100 pessoas que visitam o blog pelo menos 60 clicam em um desses dois links.

Essa sacada simples gera vendas praticamente automáticas, sem que eu tenha que mandar emails, criar novos artigos ou ficar o tempo todo na internet.

4º Passo: Arrebente seu blog de tanto segmentar

A segmentação correta é uma das coisas que mais convertem em um blog. O grande problema é a dificuldade de fazer isso, já que os blogs em WordPress são extremamente dinâmicos e poucos plugins funcionam com eficácia. Sempre tive problemas com isso e resolvi criar um esquema simples para converter de forma automática segmentando o público que chega nos meus blogs.

Pense comigo, quando você busca no Google por alguma informação sobre Adsense geralmente você encontra um artigo falando sobre esse assunto. Esse artigo provavelmente está dentro de uma categoria chamada “Adsense”, “Dicas para Adsense” etc.

Depois de ler esse artigo, você não sente vontade de clicar em outros artigos relacionados a Adsense? É normal você continuar navegando e lendo artigos que estão dentro da mesma categoria, não é verdade?

Considerando o cenário acima, imagine que você pudesse apresentar o anúncio perfeito para o leitor. Ele procura por um artigo sobre Adsense e encontra um anúncio do Segredos do Adsense. Ele procura por um artigo sobre Hotmart e encontra um anúncio do curso Ganhar Dinheiro no Hotmart.

Ele procura por um artigo sobre Dinheiro e encontra um anúncio do Círculo dos Milionários. Agora, imagine que assim que o leitor chega nas páginas ele encontra um bônus específico para cada assunto. Para o artigo sobre Adsense, ele recebe um ebook sobre Adsense grátis em troca do email.

Para o artigo sobre Hotmart, ele recebe um minicurso de Hotmart grátis em troca do email. Para o artigo sobre dinheiro, ele recebe um guia financeiro grátis em troca do email.

É exatamente essa ideia que eu quero passar. Existem dois plugins para WordPress que permitem que você exiba “barras de topo” e popups baseados na categoria que o leitor está naquele momento. Se a pessoa estiver lendo um artigo da categoria “Adsense” os plugins exibem uma barra no topo e popups que você criou especificamente para a categoria “Adsense”.

Os plugins que fazem isso são: Foobar e Ninja Popups.

Não vou explicar o funcionamento exato de cada plugin, mas a ideia geral é acertar em cheio no desejo do leitor. Se ele buscou sobre a dieta da uva para emagrecer, ofereça uma “formula mágica” para que ele emagreça e de quebra, dê um brinde fantástico. Se ele buscou sobre relacionamento, ofereça um curso de sedução, masculina ou feminina. É só usar a criatividade, separar as categorias e pronto.

Para você saber quando criar uma categoria pense no seguinte: existe conteúdo suficiente para eu criar 10 artigos com mais de 1000 palavras? As pessoas buscam pelo conteúdo dos artigos? Então a categoria é relevante!

Por exemplo:

  • Criei uma categoria para falar sobre Adsense
  • Criei uma Landing Page falando sobre o curso Segredos do Adsense (aqui gera $$)
  • Criei uma Foobar para abrir quando a pessoa estiver em algum artigo da categoria Adsense (aqui gera $$)
  • Criei um popup com o Ninja Popups oferecendo um minicurso de Adsense
  • Capturei emails e coloquei em uma lista específica sobre Adsense
  • Vendo produtos relacionados a Adsense por email (aqui gera $$)

Criei a imagem abaixo que ilustra bem o que eu estou falando, nela uso como exemplo as categorias Adsense, Hotmart e Dinheiro.

esquema-super-direcionamento

Veja, por exemplo, que o terceiro quadro foi preparado pensando em vender o produto Círculo dos Milionários. Criei uma landing page falando sobre o potencial do clube e oferecendo o produto para o leitor.

Essa landing page, junto com vários outros artigos relacionados, estão dentro da categoria “Dinheiro”. Criei também uma Foobar que faço abrir sempre que a pessoa estiver lendo um artigo da categoria “Dinheiro” ou estiver nela própria.

O link dessa Foobar direciona o leitor para a landing page, que se encarrega de converter. Por outro lado, criei um popup que abre sempre que a pessoa estiver nessa categoria ou lendo um artigo dela. Nele eu ofereço um bônus relacionado a dinheiro, capturo o email, crio relacionamento com o leitor e acabo vendendo o Círculo dos Milionários.

Essa é uma espécie de fórmula que gera dinheiro de uma maneira ou de outra.

Por isso, se você segmentar as categorias do seu blog de maneira a entregar produtos relacionados ao que o leitor está procurando, é quase impossível não gerar resultados.

Agora imagine isso…

Para conseguir entender o potencial de tudo isso, imagine que você:

  • Escolheu um nicho de mercado extremamente promissor.
  • Escolheu 5 produtos no Hotmart.
  • Criou 5 landing pages.
  • Criou vários artigos para levar os leitores para as landing pages.
  • Criou categorias e colocou anúncios segmentados.
  • Criou artigos e destacou na barra do topo.

Se você conseguir apenas 200 visitas por dia, qual é a pior coisa que pode acontecer? Você ganhar dinheiro!

0 COMENTÁRIOS

DEIXE SEU COMENTÁRIO